A Morte Tá Caducando

Zé Mulato e Cassiano

Compositor: Zé Mulato

A morte ta caducando é o que posso calcular,
Desde que matou Abel não parou de trabalhar,
Sem ter férias nem recesso nunca pode descansar,
Trabalhando stressada por isso ficou gaga,
Hoje velha esclerosada, ficou de cabeça inchada,
Sem calcular a empreitada prometeu de me levar!

Numa tarrafada só vejam sua pretensão,
Quis pegar de uma só vez cinco amigos cinco irmãos,
O Alisson, Leonardo, doutor Laerte, Tatão,
E eu sendo mais miúdo entrei nessa seleção,
Por destino ou por maldade ou pela insanidade,
Me matou na verdade carregou o Sebastião,

Já deu duas investidas, mas comigo ela se enrola,
Meu protetor São Gonçalo ta comigo e não descola,
Me ensinou a defesa, na morte pisou na bola
Ela me levanta a foice de Ca levanto a viola!
Não é de ferro e sacode, comigo ela não pode,
Na batida do pagode larga da foice e rebola,

Um dia ela me leva mais vai ter que dar pinote
Alem de bem protegido brigo muito e reso forte
A sua foice ta veia, desgastada e ruim de corte,
Do tanto que foi usada tem mais dente que um serrote!
Ninguém gosta da bandida, eu também to na torcida,
Que um dia o vírus da vida consiga matar a morte!!

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital